Um ciclo de cinema fantástico e gratuito começa sábado agora (20) na Caixa Cultural, no centro da cidade. Diálogos na Tela projeta 16 filmes que fazem um panorama da história da arte e da cultura a partir de clássicos cinematográficos, seguidos de palestras/debates. Os encontros serão todos os sábados, às 10h, até julho. Para se inscrever, basta enviar um email para curso@modooperante.com.br. Os participantes que obtiverem 75% de presença recebem certificado da Universidade Candido Mendes. Sei que vai ser duro acordar cedo em pleno final de semana, mas a programação vale a pena, já até me inscrevi. Listo abaixo todos os títulos que serão exibidos:

2001 – Uma Odisséia no Espaço, de Stanley Kubrick (seguido de palestra sobre a aurora da criatividade humana);
Clique aqui para ouvir a tradicional abertura.

Desprezo, de Jean-Luc Godard (Grécia: arte de deuses e homens);
Clique aqui e  assista os cinco primeiros minutos

O Gladiador, de Ridley Scott (Roma: a arte monumental);
Trailer com o fenomenal Russel Crowe

Irmão Sol, Irmã Lua, de Franco Zefirelli (Idade Média e a arte da fé);
Trecho aqui

Agonia e êxtase, de Carol Reed (Renascimento e a (re) invenção das artes);

Agonia e Êxtase narra a história da pintura do teto da capela por Michelangelo, sob encomenda do Papa Júlio II

Caravaggio, de Derek Jarman (O barroco católico: razão e emoção);

O filme britânico mistura biografia e ficção sobre o pintor barroco Caravaggio

Moça com brinco de pérola, de Peter Weber (O barroco protestante: a representação do cotidiano);

A reprodução impressionante de quadros de Johannes Vermeer na fotografia do filme

Ligações Perigosas, de Stephen Frears (Rococó e a arte do absolutismo);
Clique aqui para ver o trailer dessa que é uma das adaptações do delicioso romance cheio de triangulos amorosos e astutas artimanhas

Sombras de Goya, de Milos Forman (Neoclassicismo, romantismo de modernidade);

O pinto Goya tem sua amada presa acusada de heresia e luta por sua liberdade

Sonhos, de Akira Kurosawa (Impressionismo e pós-impressionismo: a pintura e o visível);
Não podia falta a fantástica fotografia do japa Akira Jurosawa. Clique aqui e veja um trechinho

Amores de Picasso, de James Ivory (Vanguardas históricas: criatividade e expressão no século XX);

Mais um pintor apaixonado

Blow Up – Depois daquele beijo, de Michelangelo Antonioni (Fotografia: documentação e criação);
Trailer aqui

Basquiat, de Julian Schnabel (Pós-modernismo, cultura de massas e arte);
um trechinho aqui

A Pele, de Steven Shainberg (Fotografia: o olhar autoral);

Nicole Kidman interpreta a célebre fotógrafa Diane Arbus

Macunaíma, de Joaquim Pedro de Andrade (Brasil: modernismo e vanguarda)

O divertidíssimo Grande Otelo como Macunaíma

Verdade e Mentiras (F for Fake), de Orson Welles (Obra de arte: original ou cópia?)
Clique aqui para ver um trechinho

Serviço

Diálogos na Tela
Inscrições gratuitas por email, vagas limitadas
E-mail: curso@modooperante.com.br
Facebook: Diálogos na Tela
Twitter: @dialogosnatela.com
Blog: http://www.dialogosnatela.blogspot.com
Orkut: Diálogos na Tela
Endereço:
Caixa Cultural RJ – Cinema 2
Av. Almirante Barroso, 25 – Centro
Rio de Janeiro (metrô: Estação Carioca)

Anúncios

»

  1. veronica da costa disse:

    Gostaria de participa do curso .

  2. natassjaom disse:

    Olá, Verônica! Que bom. Acho que ainda há vagas. Entre em contato com a produção no email: curso@modooperante.com.br. O filme desse sábado é Agônia e Extase. Abs

  3. Olá!
    Gostaria de saber de quem é a autoria da fotografia “O divertidíssimo Grande Otelo como Macunaíma”, e se podemos utilizá-la em projeto educacional.

    Muito obrigada.

    Atenciosamente,
    Priscila.

  4. natassjaom disse:

    Olá! Eu também consegui essa imagem pelo google. Para divulgação do filme, com o devido crédito e sem fins comerciais, creio que não há problema nenhum em utilizá-la. Ainda mais se tratando de um projeto educacional. Para mais informações sobre a autoria, apenas entrando em contato com a produtora do filme. Boa sorte! att

  5. Muito especial esse site,
    Obrigada

  6. Anônimo disse:

    o macaco come bananas ou banana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s