Eu reli a plaquinha várias vezes, completamente incrédula. Dizia “Gravura em metal” e tinha na moldura um desenho com uma minúcia de detalhes fantástica. Só entendemos a dimensão da exposição Carlos Oswald – O Resgate de um Mestre, em cartaz na Caixa Cultural até 18 de abril, se conhecemos um pouco da técnica que ele usa.

A prática vem desde a Renascença. Depois que Guttenberg inventou a prensa tipográfica, houve a necessidade de técnicas refinadas para as ilustrações, letras eram fáceis de serem feitas. Nisso surgiu a gravura em metal, na qual uma chapa, normalmente de cobre é “esculpida” com um desenho em relevo que depois é impresso. Confira alguns dos resultados do Carlos Oswald que estão na exposição:

Paisagem de Teresópolis é uma das gravuras em metal da exposição

Na internet não achei outras imagens boas, mas não perca a oportunidade de ir lá conferir gratuitamente. No total são 70 gravuras, grande parte do Museu Nacional de Belas Artes, outras de acervos particulares.

Oswald foi também pintor e o primeiro a organizar uma exposição no Brasil. Algo bem curioso é que ele é um dos maiores responsáveis pelo símbolo do Rio, o Cristo Redentor. Ele quem fez os estudos da estátua e sugeriu ao escultor Paul Landowski, francês de origem polonesa, que ela ficasse de braços abertos.

Foi ideia de Carlos Oswald o Cristo Redentor ficar de braços abertos para o Rio

Outra fato que não pode passar em branco é que Carlos é filho de ninguém menos que Henrique Oswald, um baita compositor clássico brasileiro. O músico carioca, por sua vez, tinha origens suíça e italiana, então partiu ainda adolescente para estudar música na Europa e posteriormente chegou a ser bolsista integral bancado pelo Dom Pedro II. Ele foi diplomata brasileiro na França, pianista concertista e deixou um legado de composições de altíssima importância no repertório nacional, apesar de bem menos tocada do que deveriam ser. Clique aqui para ouvir um trechinho de uma obra interpretada pelo violoncelista Italo Babini e a pianista Ruth Kolb Smith.
A família Oswald tem vários outros artistas e um site com a bibliografia deles: http://www.oswald.com.br/

Quando fizer sua visita, aproveite para passar na exposição do Jorge Lima no primeiro piso. Intitulada “Pintura em pânico”, ela intercala poesia com fotomontagens. Algumas deles foram publicadas na revista Cruzeiro no final de década de 30. São 41 imagens que mesclam surrealismo e misticismo, como numa viagem de mundo imaginários. Cada tela é uma provocação aberta a julgamentos. Um DVD é projetado contando um pouco da biografia do artista, que era bem mais escritor do que pintor, e uma oficina permite que você monte gratuitamente sua própria fotomontagem. E já que coloquei música do Oswald pai, tenho também que deixar um trecho de uma poesia do Jorge Lima

Contemplar o jardim além do odor
e a mulher silenciosa entre semblantes,
e refazê-los todos, todos antes
que o tempo condenado os atraiçoe.
Porque eu quero, em memória refazê-los: À procura da
flor longínqua, mulher, não pertencida, face perdida
substância inexistente, móvel vida,
intercessão de nadas e cabelos.
E meus olhos ausentes me espiando
entre as coisas caducas e fugaces
a minha intercessão em outras faces.
Orfeu, para conhecer teu espetáculo,
em que queres senhor, que eu me transforme,
ou me forme de novo, em que outro oráculo?

Por último, advirto que há também uma exposição de projetos (in)provados que odiei. Se você quiser se arriscar, não diga que eu não avisei.

Serviço
CARLOS OSWALD – O RESGATE DE UM MESTRE
Data: Até 18 de abril.

A PINTURA EM PÂNICO – FOTOMONTAGENS DE JORGE LIMA
Data: Até 02 de maio..

Local: Caixa Cultural. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, 2544-7666, metrô Carioca.
Horário: Terça a sábado, 10h às 22h; domingo, 10h às 21h.
Preço: Grátis
www.caixacultural.com.br

Anúncios

»

  1. Obrigado pelo gentil comentário sobre a Exposição: Carlos Oswald o resgate de um mestre.Fico feliz que tenha gostado.
    Peço que aguarde a de São Paulo.
    Abraços,
    Paulo Vergolino

  2. carlos a. duvanel disse:

    Tenho uma gravura de Carlos Oswald, gostaria de saber como avalia-la. Tenho como enviar foto.

  3. ivoneide babini lapa de oliveira disse:

    Gostaria de saber maiores informações sobre Ítalo babini Grata ivoneide babini

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s